domingo, 11 de setembro de 2016

Um abalo em forma de palavras

O que fazer quando a vida simplesmente nos tira o tapete dos pés? Aquela sensação que temos que estamos a cair e não podemos fazer nada e quando se dá o choque a dor é tão grande que até custa respirar.
Ontem vi a minha vida ficar de pernas para o ar. Não aconteceu um terramoto, nem um tsunami, mas a sensação dentro de mim foi semelhante.
Hora das colocações: momentos alucinantes e de felicidade para uns, tristeza e angustia para outros.
Nada, nem ninguém me preparou para a brutalidade do impacto que senti quando abri a página da dges e vi que não tinha ficado no curso que queria, na universidade que queria.
Não estava à espera, até porque já tinha imaginado cenários, expetativas (um erro), criado alegrias e histórias e tudo foi-me tirado em segundos.
Queria puder esquecer, mas não posso, até porque o cérebro não para de questionar “ E agora? O que vou fazer?”
Agora? Vou tentar a minha sorte na 2º fase e se não der é um ano que ficarei a subir notas.
Eu podia escolher outro curso, claro que podia, mas que sentido faz isso? Ir para um curso que não me interessa, que não tem nada haver comigo e que simplesmente nunca me pertenceu?
Foi uma noite de emoções fortes para todos os colocados e não colocados.
Geralmente sou uma pessoa bastante positiva , mas no dia de hoje só queria um buraco ou emigrar para marte.
Agora tenho de arregaçar as mangas e preciso só de arrumar a casa depois do furacão.
E vocês? Como foi esses resultados para quem concorreu?

6 comentários:

  1. Força querida e toda a sorte do mundo para a segunda fase, pensamento positivo :)

    Eu entrei, em redes e sistemas informáticos, tu queres entrar para que curso?


    Beijinho e muita força.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenta a segunda fase e pensa sempre positivo :)

      Eliminar
  2. à que ter força e acreditar que para a próxima corre melhor...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Para a próxima corre melhor e se não correr, tenta melhorar as notas. Acredita que não perdes ano nenhum, só ganhas. Sei que é difícil pensar assim neste momento porque era algo que querias muito, de certeza, mas há imensa gente a acabar os cursos e ficar em casa, no desemprego, portanto se não conseguires este ano, confia: só ganhas + 1 ano para subir a média e entrares na universidade com uma candidatura mais elevada! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Há uns anos, quando me candidatei à faculdade, também não fui colocada no curso que queria. Foi, foi um soco bem grande no estomago. Mas não desistas, não te esqueças que há a segunda fase e até a terceira se não me engano. Pensamento positivo! Força *

    ResponderEliminar
  5. Não desistas ainda tens a segunda fase :)
    Boa sorte e mantém a energia positiva

    ResponderEliminar